Um dos shark dives mais insanos do mundo, Jupiter estava na minha lista fazia muito tempo, e justamente por sua facilidade de acesso e logística sempre ficava para depois, conhecida entre os iniciados como a meca dos mergulhos com tubarões, onde facilmente avistamos tigres, cabeças chatas e martelos gigantes dentre muitas outras espécies, creio que não exista melhor lugar para mergulhar com todos eles ao mesmo tempo do que em Jupiter na Florida.

Agora em maio finalmente tive a oportunidade de mergulhar lá em companhia de alguns grandes amigos:

Pra quem não conhece Emerson Covisi, (O Erme) Instrutor de Mergulho Rec Trimix pela agência IANTD, que mora e trabalha nos EUA que além de instrutor é Fotografo e Cinegrafista Sub, e que  assina essa matéria em conjunto comigo.

Bom vamos falar um pouco de Jupiter, esse paraíso dos Tubas aqui na Florida.

Estivemos aqui em Maio eu e meu brother e parceiro Kadu Pinheiro (esse que dispensa apresentações) e contamos ainda com a presença dos amigos Fernando Regis e Cristiane Martins que nos acompanharam nessa expedição.

Normalmente em Jupiter temos águas com mais de 20 metros de visibilidade e uma temperatura na casa dos 25° a 26°C, Caribe total, alias vale lembrar que esta a apenas algumas milhas de distância de Bimini nas Bahamas.

Com alguns naufrágios (artificiais) de rebocadores e também ricas formações com esponjas, gorgônias e uma grande variedade de corais coloridos.

A vida é abundante e conta com Raias, Garoupas (realmente grandes), Lagostas, Cardumes de Xaréus, Bonitos, Carapaus, Xiras e etc.

Toda essa abundância de vida, faz com que os grandes tubarões se aproximem, foi ai que o Randi da Emerald Charters percebeu que o lugar teria potencial para estar entre os melhores shark feedings do mundo.

Randi iniciou suas atividades a mais de 20 anos e desde então virou uma lenda na região, o cara é um verdadeiro Cowboy dos mares, de poucas palavras e estilo arrojado, faz o tipo siga-me e aprenda.

O Erme mergulhou com a Emerald Charters dezenas de vezes nesses últimos 2 anos, e admite com seus mais de 1500 mergulhos muitos dos quais dedicou a busca dos dentuços, que sem dúvidas Jupiter foi um dos melhores shark dives que já fez, uma grande quantidade de silks e tubarões limão de grande porte, mas o que mais chama a atenção é a quantidade de Cabeça Chatas, Tigres e no inverno os Giant Hammerhead,(Martelos) de até 5,0 metros.

Ps: com ocasionais aparições de Brancos sendo a última o ano passado.

O mergulho feito por nós infelizmente por conta de uma frente fria que passou alguns dias antes, não contou com agua tão boa algo em torno de uns 5 a 8 metros de visibilidade no fundo e agua gelada e turva, mas nem isso afastou os “dentuços”, mergulhamos os 2 dias com cabeças chatas com mais de 3,5 metros, verdadeiros monstros dando realmente a entender porque também são  conhecidos por bull sharks, Também tivemos encontros com silks vitaminados chegando perto dos 3 metros de tamanho, além de um enorme tigre de 4 metros que passou debaixo de nossas pernas, e foi para outras paradas, não costumam dividir o mesmo espaço com os Bulls.

Tive a oportunidade de fazer vários registros desses monstros, com alguns close-ups bem “intimidadores”. (Kadu)

Inclusive em um dos mergulhos, Randi preocupado com a visibilidade e o grande número de Bull Sharks em frenesi alimentar, fez com que abortássemos o mergulho no meio por medida de segurança, mas cá entre nós Eu e o Kadu estávamos extasiados, eu particularmente nunca tinha estado no meio de 4 Cabeças Chatas em frenesi alimentar, e os mesmos muito curiosos chegavam a nos fazer contato com suas cabeças, foi nesse momento que abortamos, por achar que as coisas estavam passando um pouco dos limites seguro do mergulho, afinal com agua turva e comportamento agressivo não é uma boa idéia estar na água com esses caras.

Sobre os Mergulhos:

No mergulho é exigido a certificação de nitrox diver, pois são mergulhos profundos na casa dos 26 metros, não é um mergulho difícil mas também não é um mergulho simples para básico, eu particularmente recomendo esse mergulho para os níveis de avançado e mergulhadores com no mínimo 50 mergulhos, ou seja com uma boa experiência, bom controle de flutuabilidade pois a maior parte do mergulho é feita no azul a meia água e um bom controle psicológico também, pois os encontros com grandes tubarões é certo, e isso muitas vezes pode levar os menos experientes ou menos acostumados a um nervosismo inconsciente.

Vale lembrar para aqueles com pouca experiência em mergulhos fora do Brasil, pois aqui nos EUA os Briefing são bem superficiais, típico americano, então temos que redobrar a atenção durante o mergulho, com condições do mar, correntes, altura do mar etc e tal, colocando realmente em prática nossas habilidades e o que aprendemos nos nossos cursos,  mesmo que o Briefing abranja todas as contingências do mergulho, é sempre bom verificarmos, ponto de entrada, condições de água e correntes, isso pode fazer uma baita diferença no final do mergulho.

Esse mergulho conta com uma navegação rápida e tranquila (mar aberto mas próximo da costa) cerca de 25 a 30min.

A Embarcação é bem espaçosa confortável e munida de refrigerantes, agua e um belo lanche a bordo, que vale por um almoço belo almoço, (nesse quesito posso afirmar que é um dos melhores lanches a bordo que já comi)

Fora da água Jupiter te proporciona uma noite maravilhosa cheia de bares e restaurantes, todos muito bons aos redores do próprio pier de onde saíamos com a embarcação, Jupiter é uma cidade praiana próxima a West Palm Beach um lugar de grande poder aquisitivo, sempre podemos contar com bons Hotéis inclusive onde nos hospedamos um Hotel 3 estrelas  Best Western com ótimo preço e um pequeno breakfast incluso e tudo isso muito próximo ao Pier de onde saíamos e da operadora onde pegamos os cilindros e equipamentos de aluguel.

Ainda podemos contar com aconchegantes restaurantes dentro e fora das marinas, que permitem o acesso ao publico, deixando a semana de mergulho ainda mais interessante.

Além da tudo isso vale lembrar que estamos a apenas alguns quilômetros de Orlando e Miami e fazer um conjugado mergulhando em Key West ou indo para as cavernas de High Spring, além das compras e diversão fora da água.

Aguarde próximas matérias, ainda vamos falar muito dos mergulhos na Flórida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *